Culpa Zero



Culpa Zero é possível?

Eu não sei ando com essa dúvida há muitos anos e tenho tratado disso em terapia, culpas diversas que carrego que não são minhas e que assumi como se fossem. Isso faz adoecer a mente e logo o corpo.

Ela enraiza e logo está em nossa mente, coração causando sofrimento e suas raízes se espalham.

Li um texto da Martha Medeiros que me fez pensar e vou levar na terapia para discutir e compartilhei no meu FB:

Imagem Retirada Google Imagens

 Pensando bem o mais importante para dizer aqui hoje é sobre a culpa que carregamos nas costas, ou adquirimos ela, ou infelizmente colocam nos nossos ombros, daí podemos dizer que amigos, parentes e seja quem for podem ser os causadores da nossa mochila pesada onde carregamos essa culpa.

Eu quero culpa zero, se não for possível pelo menos tento me livrar de algumas que não são minhas na terapia.

E você tem culpa zero ou uma porção delas que incomoda?




10 comentários:

  1. Ah essa culpa que tanto nos persegue...eu também preciso me livrar dela!!
    Ótimo post !
    Também estamos na BC!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Ju, uma vez, em uma outra blogagem, eu falei sobre culpa zero.
    Achava que era possível, hoje sei que não é.
    A gente se culpa, os outros culpam a gente, e no fim as culpas se misturam...
    Acho muito ruim, e acredito em ir se libertando.
    Mas culpa zero total? Sei não se existe rsrsr

    Agora para pegar o link de um post no Facebook: clique sobre a data do post, a hora em que ele foi feito, daí vai abrir a página com o link exato do post.

    E se quiser incorporar como eu fiz basta clicar na flexinha à direita, escolher Incorporar publicação, copiar o código e na hora de fazer o post no blog colar o código.
    Ah, antes de colar reverta o post para o formato HTML.
    Prontinho rsrsr

    Você me deu ideia, vou fazer um post ensinando isso, eu mesma não sabia como fazer, aprendo sem querer rsrsr
    beijossss

    ResponderExcluir
  3. Ai... culpa zero.. se vc achar a cura para a culpa me avisa, pq é difícil! rs
    Eu vira e mexe me sinto culpada, muito principalmente em relação à Sofia e meu papel de mãe. Credo... Como isso vai detonando a gente! Por mais q a gente saiba q tem coisas que são necessárias, é complicado não sentir culpa... enfim... preciso digerir melhor essas culpas e eliminá-las rs
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ju!
    Não devo ser normal, não sinto culpa! Mas já senti quando a minha mãe faleceu... por ter passado tanto tempo longe de casa e não ter ficado mais tempo com ela. Uma noite sonhei com ela e ela conversou comigo sobre isso. Devo ter conversado com a minha consciência, afinal, não fui a única filha a sair de casa para estudar, trabalhar, casar, ter filhos... A culpa é uma desculpa que criamos quando achamos que poderíamos fazer diferente, mas se fazemos diferente, a culpa é outra... Por isso melhor zerar e não pensar em culpas.
    Beijus,

    ResponderExcluir
  5. Li esse texto na revista de domingo do jornal O Globo. Nada é zero, mas dá pra gente reduzir muito a culpa, muito. Basta a gente fazer escolhas bem conscientes. Um beijo e obrigada pela participação

    ResponderExcluir
  6. Ju, comecei a dizer não depois dos 40, tem me feito um bem enooooorme. Culpa zero não se se existe, mas alguns "nãos" meus falo sem culpa. Outros não. Vida que segue, né?

    beijoooo

    ResponderExcluir
  7. Oi Ju querida, não vivemos sem culpa .........
    Sempre tem "umazinha" para ficar grudada.
    Mas já me livrei de muitas rsrsr
    joturquezzamundial
    Beijos lindinha.

    ResponderExcluir
  8. Oi querida, saudades de tuas palavras! Culpa todos temos pq elas partem de escolhas que fazemos. Culpa zero não sei, pq ai a pessoa precisaria não ter consciência nenhuma do que fez não? Mesmo que tenhamos culpa acho que devemos sentir por um momento mas não que ela venha e fique nos martirizando. Beijos da Mona!

    ResponderExcluir
  9. Aprender a dizer não, eita coisa difícil. mas tenho me esforçado, começando com pequenas coisas. No início sentia muita culpa, chegava a ficar tensa. Mas procuro pensar que antes de assumir um compromisso com outra pessoa, preciso antes ter um compromisso comigo mesma, não aceitar uma coisa que não me faz bem só para agradar os outros. Ainda sinto culpa, mas a cada dia ela é menor. Bjs

    www.laliceatelier.blogspot.com.br
    www.alicinha-reflexoes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Já faz tempo que não escreve, também tenho esses intervalos, nem sei quando escrevi pela última vez. Pra você, de improviso:

    Já não sei se volto aqui
    Uma luz vi nessa borboleta
    Limando suas arestas
    Imaginando um amanhã melhor
    Agracia quem lê suas confissões
    Não poupa distribuir
    Aos sedentos seu tesouro.

    Revela seu gosto pela vida
    Adora música e a vida
    Mostra seu amor, divide
    Alarga seu horizonte
    Leva o sorriso na foto
    Hoje, de ontem e de amanhã
    Onde ele precisa estar.

    ResponderExcluir

Olá! Tudo bem?
Obrigada pela sua visita e comentário! Fico muito contente!
Gostou do post? Espalhe por ai!