Sobre ser elegante no trato com as pessoas



Para refletir e encerrar essa semana posto aqui um texto maravilhoso de Marta Medeiros, que explora de uma forma direta um assunto que me incomoda muito que é a falta de educação, elegância nos tratamentos pessoais e sociais. Acho que todo ser humano deveria otimizar essa área: a de ser elegante em falar com os outros e saber conviver. Beijos a todos e ótimo fim de semana!



JEITO DE SER

'Existe uma coisa difícil de ser ensinada e que, talvez por isso, esteja

cada vez mais rara: a elegância do comportamento.
É um dom que vai muito além do uso correto dos talheres e que

abrange bem mais do que dizer um simples obrigado diante de uma gentileza.

É a elegância que nos acompanha da primeira hora da manhã até a

hora de dormir e que se manifesta nas situações mais prosaicas, quando
não há festa alguma nem fotógrafos por perto.

É uma elegância desobrigada.

É possível detectá-la nas pessoas que elogiam mais do que criticam.
Nas pessoas que escutam mais do que falam. 
E quando falam, passam longe da fofoca, das pequenas maldades ampliadas no boca a boca.
É possível detectá-la nas pessoas que não usam um tom superior de voz
ao se dirigir a frentistas.
Nas pessoas que evitam assuntos constrangedores porque não sentem
prazer em humilhar os outros.
É possível detectá-la em pessoas pontuais.

Elegante é quem demonstra interesse por assuntos que desconhece,

é quem presenteia fora das datas festivas, é quem cumpre o que promete
e, ao receber uma ligação, não recomenda à secretária que pergunte
antes quem está falando e só depois manda dizer se está ou não está.

Oferecer flores é sempre elegante.

É elegante não ficar espaçoso demais.
É elegante não mudar seu estilo apenas para se adaptar ao de outro.
É muito elegante não falar de dinheiro em bate-papos informais.
É elegante retribuir carinho e solidariedade.
Sobrenome, jóias e nariz empinado não substituem a elegância do gesto.

Não há livro que ensine alguém a ter uma visão generosa do mundo,
a estar nele de uma forma não arrogante.

Pode-se tentar capturar esta delicadeza natural através da observação,
mas tentar imitá-la é improdutivo.
A saída é desenvolver em si mesmo a arte de conviver, que independe
de status social: é só pedir licencinha para o nosso lado brucutu, que
acha que com amigo não tem que ter estas frescuras.

Se os amigos não merecem uma certa cordialidade, os inimigos é que
não irão desfrutá-la.
Educação enferruja por falta de uso. E, detalhe: não é frescura."

Marta Medeiros

10 comentários:

  1. Todo de bom assino em baixo, rss parabéns querida pelo texto, realmente a educação é fundamental e se não usa-la enferruja, grande abraço.
    josiana leite Decorafino

    ResponderExcluir
  2. Não há livro que ensine generosidade e estar no mundo sem arrogância!!! Educação não é frescura!!!
    Valeu, moça bonita, excelente lembrete!
    Girassóis no seu dia! Beijos!

    ResponderExcluir
  3. excelente, Ju! eu não entendo o povo, parece que agredir tá na moda! aff, o pessoal no twitter se estapeia, twitteiro agressivo ganha um monte de baba ovo, parece que ser mal educado tá na moda.
    to fora rs

    bom dia!

    ResponderExcluir
  4. Que texto PERFEITO! Mta gente precisa ler esse texto... arrogância é um dos piores defeitos de uma pessoa! É detestável!
    Lendo o texto lembrei foi do marido... ele chega no posto de gasolina assim "e aí, irmão, beleza? vc coloca ?? de gasolina pra mim por favor?" Acho graça é dele chamar todo mundo de irmão... mas é assim, né? rs
    Compartilhar o texto é um dever!
    Bjks

    ResponderExcluir
  5. Ju,

    Ótimo post, realmente ser elegante é uma arte e cada vez mais extinta. As pessoas confundem gentileza com superficialidade, com frescura e mimimi, elegância é estar no mundo sabendo do seu valor e não impo-lo aos demais.
    Grandes beijos e ótimo final de semana

    ResponderExcluir
  6. Ju minha querida, este post devia rodar a blogosfera inteira em primeiro lugar, pois está necessitada.
    Depois dava pra imprimir e largar pelo mundo, tá fazendo falta por ai.
    Falando em fazer falta, me fazes muita falta minha amiga.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Ju minha querida, perfeito seu texto!
    E chegou em um momento mais perfeito ainda. Bom se todos entendessem e adquirissem um pouquinho dessa educação,eu to fora do que me faz mal.
    Aparece mais vezes para conversarmos.
    Um beijo grande!

    ResponderExcluir
  8. Eu costumo fazer uso dela, mas ontem foi um dia infeliz e fiz uma idiotice sem tamanho, fui muito deselegante, sofri o dia todo,apesar de ter pedido perdão, um perdão e arrependimento não apaga o dano, não é?
    Texto bastante adequado.
    Bjs JU!

    ResponderExcluir
  9. Eu costumo fazer uso dela, mas ontem foi um dia infeliz e fiz uma idiotice sem tamanho, fui muito deselegante, sofri o dia todo,apesar de ter pedido perdão, um perdão e arrependimento não apaga o dano, não é?
    Texto bastante adequado.
    Bjs JU!

    ResponderExcluir
  10. Eu costumo fazer uso dela, mas ontem foi um dia infeliz e fiz uma idiotice sem tamanho, fui muito deselegante, sofri o dia todo,apesar de ter pedido perdão, um perdão e arrependimento não apaga o dano, não é?
    Texto bastante adequado.
    Bjs JU!

    ResponderExcluir

Olá! Tudo bem?
Obrigada pela sua visita e comentário! Fico muito contente!
Gostou do post? Espalhe por ai!