Sobre a Afinidade

Imagem via google Daqui


Afinidade



Uma palavra que anda constante em minha vida ultimamente. Afinidade. Afinal a afinidade dura através do tempo, ela passa pelo passado, presente e futuro.Quando temos afinidades com alguém esse sentimento perdura além do tempo.

Tenho afinidades com pessoas que independem do tempo, das ausências, e da distância. Somos presentes mesmo na ausência. Não se necessita de manutenção diária na afinidade ela acontece assim por si só. Como a paixão a primeira vista, existe também a afinidade a primeira vista. Comigo funciona assim, mas eu gosto de "estudar" a pessoa, conversar. Quando menos se espera criou-se afinidades simples assim.

Existe também aquelas pessoas que não temos afinidade de cara, porém uma coisinha ali ou outra acrescenta valor a nossa vida, criando-se uma nova afinidade onde nem se pensaria em ter. Eu sou assim, sempre tem um cantinho, um lugar ali pronto para receber novas afinidades.


Para mim as afinidades mudam com o tempo, com o lugar , com o momento. Tudo depende do momento que estou vivendo, do que quero ampliar ou agregar valor. Se quero relaxar, rir, etc. Sou assim. Acho bom reciclar os interesses e novas afinidades. Se evolui. Mas não é assim com todo mundo, cada pessoa tem suas afinidades e uma forma de lidar.

Eu ligo a Afinidade a Sintonia. Tem época que minha sintonia está mais para esse ou aquele assunto. Do que vivo, sinto. 

Assim como é comum uma nova mamãe ter novas afinidades com quem já tem filhos ou está gestando um. Casadinhos que fazem afinidade com outro casal para passear, dividir amizade. Existe novas afinidades perdidas por ai também procurando outra para se juntar.

A vida é assim. Feita de afinidades. E eu estou com novas em todos os setores de minha vida. Me sinto bem renova-se os cantos da vida e a energia circula melhor e rotativamente.

E você? Como anda suas afinidades?


Texto escrito originalmente por Juliana Ramalho, plágio é crime respeite os direitos autorais.

12 comentários:

  1. Nossa, nunca vi alguem descrever tão bem as idas e vindas da vida. Eu me sinto muito afinada a ti gatona! Bjs bjs

    ResponderExcluir
  2. Bom, tem gente que só de olhar eu gosto, eu tenho afinidade. Outras não, tenho que conhecer para ver se encontro alguma afinidade. Eu chamo afinidade de "foi com os meus cabocos"!!! kkkkkk Tem gente que meus caboco não se dão de jeito nenhum, mas nem assim deixo de tentar conhecer. Pois comigo acontece sempre ao contrário. Logo de primeiro relance a pessoa não gosta de mim, depois que me conhece é que gosta. Então sempre dou uma chance para conhecer a pessoa, para ver se meus cabocos vão se dar com ela. Outras já os meus cabocos se dão só de olhar! E não erram nunca! Muito dificil de meus cabocos se darem com alguém e essa pessoa não ter afinidades comigo!
    Por isso temos que dar sempre chances daquela pessoa mostrar como ela é. Assim dá para saber se gostamos ou não dela, se damos certo ou não com ela, seja na amizade ou relacionamento!
    Beijos
    Adriana
    Ah, meus cabocos se deram logo contigo viu!!! :)

    ResponderExcluir
  3. Ju querida!

    Não importa a distância, o tempo, os acontecimentos,
    Quando existe afinidade, qualquer reencontro retoma a relação,

    Ju, existe afinidade tbm no virtual, eu mesmo tenho mais afinidades com uma do que com outra.

    Um super beijo

    ResponderExcluir
  4. Bom assunto! Mas não saberia dizer como andam minhas afinidades. Parece que meio sem sintonia... rs. Um pouco da minha parte, um tanto dos outros comigo. Estou numa daquelas fases de muita solidão.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  5. Oi Ju,

    Tem o tal do "santo bater", né?
    Eu mesmo tenho algumas "batidas" de santo que nem mesmo eu explico....
    Surge uma pessoa do nada e as vezes com um sorriso, um brilho no olhar, um tom de voz, um jeito despretencioso ou uma simples gentileza, imediatamente me conquista e me coloca completamente desarmado.
    Coisas de "santo" não se explicam.

    bjos

    ResponderExcluir
  6. Ju,

    Em princípio, penso ser bastante receptiva com quem acabo de topar por aí. Mas há sempre alguém cujos santos não batem. Nesse caso, se a pessoa for interessantíssima eu tento a aproximçao... se nào der... há muita gente interessante no mundo! Muito boa sua reflexão.

    Girassóis nos seus dias.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Ju,
    A mulher dos belos textos! Eu tenho muita resistencia para fazer amizades assim de primeira sabia? É meu jeito, até que na internet estou me soltando mais. kkkkk Mas quando descubro afinidades... se segura! Que é pra sempre!!!Obrigada pela forçinha no blog, maridão viajando, saudade aumentando...vou curtir minha companhia. beijos
    p.s. ( não briga comigo por causa do email não kkkkkkkkkkkkkkk... tô vendo a hora de vc fazer uma postagem passo a passo me ensinando kkkkkkkkkk)

    ResponderExcluir
  8. Ju linda, como sempre arrasando nos textos e refelxões.
    Minhas afinidades andam bem, você é uma das melhores.
    beijos amada

    ResponderExcluir
  9. Ju, você sabiamente falou uma coisa muito certa... afinidade tem haver com sintonia. Como uma frequencia de rádio, muitas vezes, de acordo com a nossa sintonia, atraímos para nós aquilo que tem afinidade com nosso humor, nosso interesse.

    Mas uma coisa é certa, devemos agradecer, até mesmo por aquilo ou aquele(a) que não temos afinidade. Nos fazem questionar, nos conhecer e verificar o que realmente nos torna criatura melhores.

    Amada, estamos na correria da Mostra de noivas. Na próxima segunda, seu presente embarca no malote que está indo para Bahia... Te envio o identificador, ok. Bjs lindona.

    Caca

    ResponderExcluir
  10. Ju, sabe que também sou um tanto assim ??
    De fases, só que no meu caso fico me sentindo culpadona, se não estiver mais na sintonia daquela pessoa, daí faço um esforço descomunal... de repente acho que isso não é o certo né ?
    Melhor aprender a arte da afinidade e sintonia, srrsrs

    Bjus 1000 gata

    ResponderExcluir
  11. Eu perco afinidades com pessoas quando percebo que agem de formas muito diferente aos meus princípios e isso me distancia. Mesmo que eu goste da pessoa e até admire ela, perco um pouco do prazer da convivência mais íntima. Tenho afinidade com pessoas por motivos fragmentados. Posso ter afinidade com alguém por gostarmos de esmaltes e com a mesma pessoa não sair para ouvir uma música, pois ela pode gosta de algo que eu não suporte. Mesmo assim continuo tendo afinidade naquele ponto e desejando conviver. Mas quando a diferença é algo que vai contra meus princípios, eu continuogostando mas perco o encanto. Dá pra entender? Lógico qua quanto mais afinidades se somarem, mas fácil será conviver. Mesmo que eu não ligue de sair com pessoas completamente diferentes, com quem tenha menos afinidades. Porque me agrado nas diferenças e aprendo. Expliquei-me?

    ResponderExcluir
  12. Ju, espera mais um pouco pra ver se chega...deve tá vindo de jegue kkkk (brincadeira) deixa eu te falar; eu recebo respostas de comentarios que fiz, (por email )de alguns blogs... por exemplo o blog da margaretss e o alem da rua ateliê me respondem e aparece no meu email, não sei qual o misterio do teu que não aparece... :(
    beijos fofa, fim de semana tô na área.

    ResponderExcluir

Olá! Tudo bem?
Obrigada pela sua visita e comentário! Fico muito contente!
Gostou do post? Espalhe por ai!