Despedida




Hoje eu iria falar de minhas pequenas viagens de finais de semana e postar fotos maravilhosas aqui de uns lugares da Bahia. Porém uma notícia bem cedinho me deixou bem chateada e triste.

Eu tenho uma querida amiga que assim como eu viemos com nossos maridos para Porto Seguro, pois ambos prestam serviço em uma multinacional em uma cidade vizinha, ela vindo do Rio Grande do Sul, Porto Alegre e eu de São Paulo - Piracicaba, o seu marido Régis é paulista de Mogi das Cruzes.

Deise é uma pessoa incrível, como poucas, extremamente inteligente, divertida, e acima de tudo educada e amiga, acompanhei a sua gestação aqui nessas terras quentes e tropicais e depois ela foi ter a Mariana sua pequena princesinha no Sul, tenho fotos e filmagens de Mariana pequenina tomando banho. 
O tempo passou e sempre observei que a Deise e o Régis eram assim um modelo de casal e família que todos gostam de ter por perto, jovens, bonitos bem sucedidos, porém são amigos confiáveis coisa rara hoje em dia. Deise é daquelas pessoas que a qualquer momento você pode contar com ela, seja em que horário, dia for, precisou ligou ela está ai, é sincera como poucas.


Um dia em minha  vida desses que a gente tem pela a vida afora eu precisei muito de uma amiga e ela apareceu, me ajudou, cuidou de mim como ninguém, já que eu moro sozinha aqui sem familiares por perto, nunca esqueci esse dia e ficou entre nós, como muitos deveriam ficar e que as pessoas muitas vezes não deixam, repassam adiante em forma de fofoca.
De uns tempos para cá eu me afastei do convívio social com muitas pessoas por motivos de saúde e outros, viajei voltei, viajei novamente e fiquei em casa me cuidando, ela sempre me ligando, mandando recadinhos, porém eu vejo que estive em falta com ela, não fui tomar café da tarde, deixei de fazer várias coisas. E eu sei porque, me fechei em casa e fiquei no virtual alheia ao mundo, trancada em uma masmorra.

 Me arrependo, aliás quando comecei a repensar as prioridades das coisas reais e por em prática, eis que a amizade que eu mais queria real perto de mim vai embora nesses dias.
E de certa forma isso mostra que não é preciso estar perto e sim do lado de dentro, (frase de Deise) eu sempre penso dessa forma com as amizades que tenho pelo mundo afora onde cada uma tomou um rumo, uma vida. 
Mas sofro. 
Sofro pelos dias ensolarados que deixei de compartilhar, pelas risadas e conversas que não tive nesses ultimos tempos e pela linda boneca Mariana que deixarei de ver crescer por perto.

Ninguém pode escolher a família onde nasce porém as amizades podemos, e com certeza a Deise e o Régis são aquelas pessoas que sempre vou levar comigo inesquecíveis e que hoje me ensinaram que devemos ter tempo para a vida real que é onde vivemos.

Quantas vezes deixamos amizades que gostamos e nos fazem bem se perder mundo afora? Será que não é preciso resgatar? Telefonar, enviar um e-mail, visitar? Chamar para um almoço, um café,um passeio? Estou estreitando essas amizades, eu conheço muitas pessoas, porém amigo mesmo eu tenho pouquissímos de se contar nos dedos de uma mão, porém é a qualidade que os faz se tornarem de confiança e não a quantidade.

Pretendo ser mais presente na vida de meus amigos reais e você? Já perdeu contato com algum amigo e se arrependeu? Ainda dá tempo!



13 comentários:

  1. Nossa Ju esse post me atingiu em cheio!
    Não sei bem explicar porquê,mas mexeu comigo.
    Vou parar para pensar.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Ju,

    Muito boa reflexão. Preciso entrar em contato com a Cristina e com o Alexandre. O que estarão aprontando nesse mundão? Saudades.

    Girassóis nos seus dias.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Jú,

    As vezes nos fechamos em nosso mundo e esquecemos que lá fora há tantas pessoas que precisam de atenção. As vezes amizades verdadeiras, see vão por puro descaso. Seu post me fez pensar...

    Bjão

    ResponderExcluir
  4. É quando a gente perde que a gente começa a dar valor. Por isso vamos a cata dos nossos amigos reais! Antes que todos se vão!
    Beijos e não se feche tanto
    Adriana

    ResponderExcluir
  5. Nossa que belas as suas palavras, tenho estado sim distante de umas pessoas que eu amo, sempre penso nelas, mas nunca dá pra ver todos que gostariamos de ver, né???
    Mas esse post me fez refletir, vou pelo menos ligar pra ver como elas estão.
    Quanto a você, não fique assim, tá? Dê oportunidade às pessoas pra elas saberem o quanto especial você é.
    Beijos,
    Beth Matos =)

    ResponderExcluir
  6. Pois é, pensando assim que liguei há 10 dias para minha amiga de infância, fazia 10 meses que não nos víamos e falávamos, aconteceu tanto "babado" na vida dela, e eu alheia a tudo. Mas já marcamos de nos encontrar. Amigo virtual é tudibom, mas na hora de um aperto, muitas vezes, o real está mais próximo.

    beijus.

    ResponderExcluir
  7. Nossa, mexeu comigo. Realmente, vou pensar nisso, estou me sentindo exatamente assim! Vou seguir seu conselho e aproveitar o sol do lado de fora ou até mesmo o frio, que seja. Pra estar perto de amigos, vale! Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Eu dou muito valor a amizade e faço tudo para me manter presente. Mas nem sempre o amigo se coloca disponível, então temos que respeitar isso tb.

    Mas dificilmente me afasto de quem gosto, sempre dou um jeito de escrever, de ligar, ou encontrar.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  9. Que post sensacional! Muito bom! ;)
    Beijo, beijoooo
    She

    ResponderExcluir
  10. Ju minha linda,amigos mesmo, são raros mesta vida, alguns são eternos, outros vão e deixam eternas saudades, tento preservar os meus, mas não posso negar que me afastei de alguns sim, não pela vida virtual, mas por motivos só meus.
    Mas sempre penso se for pra nos encontrarmos de novo, mais cedo ou mais tarde assim será.
    Por mais vontade que a gente tenha, existem acontecimentos que só o tempo faz a gente esquecer de todo, só o tempo cicatriza a ferida, porque amigos às vezes também sabem machucar.
    Tua reflexão é muito boa, não devemos parar de procurar os amigos nunca, mas antes disso temos de ter certeza de quem realmente é amigo.
    E isso anda difícil hoje em dia.
    Beijos amada

    ResponderExcluir
  11. As vezes me espanto quando leio alguns de seus posts... quando vc fala sobre vc vejo que se parece demais comigo...
    Li este e fiquei aqui parada na frente da tela...pensativa por alguns minutos...
    Se vc soubesse...se eu contasse tudo... esse comentario viraria um post...
    vou tentar resumir:

    Desde que casei em dezembro, poucas amigas me procuram...meu telefone já não toca mais como antes...dizer que fico triste com isso...fico. Parece que cada uma tomou um rumo sabe? Fica tudo mais dificil de acontecer como antes...e algumas foram pra muito longe.
    Sou daquelas pessoas que, quando faz amizade é amizade mesmo!

    Então, resolvi, não me abalar e tentar viver e buscar ser feliz senão agente fica sofrendo com isso...

    Vou parar por aqui, melhor...
    beijos

    ResponderExcluir
  12. Sinto muito, Ju.
    Eu busco sempre estar "em contato" dos virtuais e dos nao-virtuais! Mil bjs! Forca!

    ResponderExcluir
  13. Sempre falo para a Silvia conservar amigas da juventude porque elas serão na maturidade.Quando vc chega a uma certa idade,é comum encontrar pessoas mais fechadas,mais duras pelos tombos da vida,e é comum que elas não acreditem muito mais em verdadeiras amizades.Por isso não tem muito o que falar e trocar.As pessoas conservam uma distância grande e a troca de afeto se resume num bom dia,vc esta bem?
    Tive algumas grandes amigas.A maior delas faleceu,e deixou um buraco no meu coração.Foi uma amizade de juventude,quase criança.Sinto falta dela e muitas vezes quando estou só,converso com ela e fico imaginando o que ela faria se pudesse me falar.Outras poucas moram longe,mas sei que posso contar e elas também o sabem...Amiozades são feitas para serem estreitadas e nunca alargadas.São tão especiais que numa tormenta conseguem flutuar na dor ,alegrar e, na felicidade propagar-la ainda mais.Se as pessoas entendessem a preciosidade de uma verdadeira amizade,se entregaraim muito mais a cultivar esse presente de Deus.
    Abraços Juju

    ResponderExcluir

Olá! Tudo bem?
Obrigada pela sua visita e comentário! Fico muito contente!
Gostou do post? Espalhe por ai!