Blog é onde o amor em escrever e registrar sempre está.



Olá!

Estava pensando esse tempo todo que fiquei distante do blog por motivos de saúde e outros, que as novas redes sociais tem o imediatismo dos post rápidos, instantâneos.
Porém o Blog tem o poder de registrar, guardar as informações. Quando você for pesquisar estará ali arquivadinho, guardado.

Eu andei relembrando muitaaa coisa relendo meus posts antigos, me emocionei com alguns, senti saudades em outros, notei evolução como pessoa. 
Muita água passou debaixo dessa ponte, muita coisa me aconteceu desde então, fiz mais duas cirurgias, isso mesmo! E superei todas e nesse momento estou me recuperando da última!
Foram 9 nesses anos! E saí vitoriosa em todas.
Sempre digo, eu caio de pé, sempre! Por isso deve ser porque adoro os gatos, tenho quatro rss

Depois daquele acidente onde eu parafusei e sustentei toda minha coluna com a artrodese (conto aqui) retirei o útero agora em Janeiro, por uma endometriose e miomas, que estava já no limite.
Semana passada foi a vesícula e uns "diamantes" grandes que eu tinha ali rssss
Contarei depois em posts específicos para cada uma intervenção que fiz, que vai ajudar muita gente que vai fazer ou conhece alguém que vai. 

 Meus interesses mudaram, a vida, é muito bom fazer uma catarse, o meu blog sempre foi meu divã.



Tenho infinitas coisas que arquivei nesse tempo, comprei uma memória e passei tudo. Agora tenho também um pendrive só para meu celular e tablet, assim posso passar as imagens e fotos facilmente para o notebook.
Muitas coisas legais, tenho um imenso conteúdo para publicar.
Li muito, estou lendo muita coisa legal,como sabem amo livros, tenho visto muita coisa pois adoro filmes, estou aprendendo muito a não ser mais esponja e filtrar as coisas.
Voltei até para meus hobbies de arte terapia rssss 
Posso assim dizer que estou em nova fase, meu Blog também!

Estou em um momento, muito especial, de descartar muita coisa, agregar outras.
Cuidando do meu espiritual, da minha alimentação, em transição profissional, estudando muito.
Acho que se eu pudesse usar uma palavra para definir, seria a palavra transformação!
E se fosse usar uma palavra amiga para fazer companhia a ela seria a palavra leveza!
Digamos que agora não remendo mais nada, não rasgo mais folhas, fecho o livro e começo outro!




Muitas vezes pensei, onde eu me perdi, logo voltei algumas coisas na vida e avancei assim, outras vezes pensei, será que me abandonei? Não, estava em período sabático na minha vida cuidando da minha saúde, realmente abandonei muita coisa e ganhei tantas outras, que só acrescentou.
A vida te oferece muitos caminhos para percorrer, porém nem todos eles te levam a um resultado que te eleve.
Na verdade temos que esvaziar os sentimentos ruins que temos na mochila que carregamos nas costas, é uma limpeza constante. 
E posso dizer que nesses anos, nessas paradas minhas, me sinto muito leve, feliz. Contarei depois o processo.




E vamos lá, não tenha pressa, não apresse o rio, ele corre sozinho.

Bom fim de semana! Paz e bem!


*Créditos das imagens, cortesia da https://pixabay.com/

Culpa Zero



Culpa Zero é possível?

Eu não sei ando com essa dúvida há muitos anos e tenho tratado disso em terapia, culpas diversas que carrego que não são minhas e que assumi como se fossem. Isso faz adoecer a mente e logo o corpo.

Ela enraiza e logo está em nossa mente, coração causando sofrimento e suas raízes se espalham.

Li um texto da Martha Medeiros que me fez pensar e vou levar na terapia para discutir e compartilhei no meu FB:

Imagem Retirada Google Imagens

 Pensando bem o mais importante para dizer aqui hoje é sobre a culpa que carregamos nas costas, ou adquirimos ela, ou infelizmente colocam nos nossos ombros, daí podemos dizer que amigos, parentes e seja quem for podem ser os causadores da nossa mochila pesada onde carregamos essa culpa.

Eu quero culpa zero, se não for possível pelo menos tento me livrar de algumas que não são minhas na terapia.

E você tem culpa zero ou uma porção delas que incomoda?